“Estima-se que existam atualmente cerca de 12 milhões de brasileiros interessados em ingressar em carreiras públicas. O número recorde é o dobro do registrado há cinco anos, segundo estudo da Agência Nacional de Proteção e Apoio ao Concurso Público (Anpac).”

Assim começou a notícia publicada na revista Veja, no início do ano de 2013, destacando a crescente procura dos profissionais pelo mercado do concurso público que, em suma, consegue conjugar dois poderosos atrativos: estabilidade e boa remuneração.

Evidente que as provas de concurso público, além de cada vez mais difíceis, contam com uma concorrência acirradíssima. Assim, aquele que quiser usufruir dos louros de um cargo público, precisa de muita dedicação e horas estudos para estar preparado para enfrentar os desgastes que a opção pela carreira pública pode proporcionar.

E quando só o preparo não adianta?

Como saber quando a banca executora do concurso público ou até mesmo o Poder Público está agindo dentro da legalidade? Quais são os direitos para quem é aprovado para o cadastro de reserva? O que fazer quando há terceirizações?

Pensando em tudo isso, o #FocoNosConcursos surgiu com uma proposta inovadora: esclarecer quais são os limites legalmente permitidos para a atuações das bancas organizadoras dos certames e do Poder Público quando o assunto é concurso público.

O site, além de analisar decisões judiciais que tratem sobre concursos públicos, disponibilizará artigos de opiniões redigidos por um dos editores especialistas no tema, esclarecendo e informando sobre as muitas dúvidas que os assolam enquanto aguardam a tão esperada nomeação.

Um time de profissionais e especialistas